Celebramos a Reforma

imprimir
A Igreja se vestiu de verde e amarelo para viver essa noite especial que relembrou uma história iniciada 500 anos atrás e que ainda hoje influencia as nossas vidas: A Reforma Protestante.

Quem atendeu à convocação e esteve no MIR nesta Terça-feira, 31, recebeu uma explicação sobre o movimento reformista iniciado por Martinho Lutero e pôde imaginar, por meio de uma encenação teatral, como era o Monge alemão que escreveu 95 Teses, questionando a postura da Igreja Católica acerca de questões como a venda do perdão dos pecados e da salvação.

O Apóstolo Gilmar Britto disse que a Reforma não foi apenas teológica, mas alterou, inclusive, a forma do Culto a Deus, dando ao povo o direito de cantar e louvar ao Senhor na sua própria língua, como todos fizeram nesta noite. Entre as muitas músicas, Castelo Forte, considerado o Hino da Reforma, foi cantado pelo coral do MIR.

Reformadores desta geração

O Apóstolo Renê Terra Nova disse que o M12 é a nova Reforma, com a visão de Jerusalém, e declarou o que diz a Palavra de Deus em Romanos 1:17: “O justo viverá pela fé. Deus vai nos usar, nossa casa, família, amigos, todos saberão que somos justos, vivemos pela fé e não somos daqueles que recuam, mas dos que avançam para a vida, somos líderes reformistas!”

O Apóstolo Renê também orou, especialmente, pela Nação Brasileira e pelo Apóstolo Marcel Alexandre. Com uma bandeira do Brasil sobre os ombros, Marcel recebeu de Deus uma confirmação de que o Senhor vai continuar usando a sua vida para reformar a política brasileira.

Para encerrar o Culto, todos cantaram o Hino nacional e declararam que esta Nação tem um povo reformista e que justo viverá pela fé em Jesus.

Deixe um Comentário



Copyright 2017 © Comunidade Evagélica Internacional Monte Sinai. Todos os Direitos Reservados

logotipo-sh-agencia-digital