Pentecostes uma celebração do Céu na Terra

imprimir
“Depois celebrarás a festa das semanas ao Senhor teu Deus; o que deres será oferta voluntária da tua mão, segundo o Senhor teu Deus te houver abençoado. E te alegrarás perante o Senhor teu Deus, tu, e teu filho, e tua filha, e o teu servo, e a tua serva, e o levita que está dentro das tuas portas, e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão no meio de ti, no lugar que o Senhor teu Deus escolher para ali fazer habitar o seu nome.” (Deuteronômio 16:10,11)

Pentecostes é uma comemoração do Céu na Terra. A palavra em hebraico para essa festa é Shavuot, que significa sete semanas. Ao final da colheita do cereal, eram feitas entregas das primícias ou dos primeiros frutos. “E a festa da sega dos primeiros frutos do teu trabalho, que houveres semeado no campo, e a festa da colheita, à saída do ano, quando tiveres colhido do campo o teu trabalho.” (Êxodo 23:16)

Pentecostes é realizada 50 dias depois da Páscoa. É a Festa da Colheita, das Primícias, da Sega. Uma Festa que fala de prosperidade e do tempo de colher o que foi semeado. Neste ano, Pentecostes começa em 30 de Maio e vai até Terça, 01 de Junho.

Para nós, Pentecoste é a descida do Espírito Santo, é o enchimento do Espírito para cumprimento de um propósito: converter o pecador aos pés de Jesus. Pentecoste fala de poder, de uma autoridade que não é humana, mas divina, que reveste o homem com o poder do Alto e o leva a gerar uma grande colheita, apresentando com alegria seus frutos ao Senhor.

É festa de celebração, dança, alegria, colheita.

Pentecostes, a língua do Céu

“E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar; e de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” (Atos 2:1-4)

Jesus, ao ascender aos Céus, ordenou que os discípulos ficassem em Jerusalém até que do Alto fossem revestidos de poder (Atos 1:8). Exatamente na Festa da Colheita, quando os discípulos estavam reunidos no Cenáculo, veio sobre eles um vento impetuoso e línguas como labaredas de fogo e eles receberam o Espírito Santo.

Em Pentecostes, o que foi profetizado em Joel 2:28,29. “Acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões; e também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito.”

Pentecostes fala da descida e da legalidade do Espírito Santo na Terra. Antes de Jesus vir à Terra, morrer, ressuscitar e ascender aos Céus, o Espírito Santo não estava na Terra. O Espírito era derramado sobre profetas, sobre sacerdotes e sobre reis; eles recebiam a unção específica para o ofício que executariam.

Pentecostes, poder do Espírito

Hoje celebrar a Festa de Pentecostes é ter a convicção de que: “O Espírito do Senhor está sobre mim.” (Isaías 61:1). Jesus, ao começar o Seu ministério, foi revestido pelo Espírito Santo. Ele testificou isso ao ler um trecho da profecia de Isaías. Jesus nos instruiu dizendo que não poderíamos fazer a Sua obra sem termos o Espírito em nossas vidas. “E recebereis o poder do Espírito e ser-me-eis testemunhas.” (Atos 1:8). O Espírito Santo vem sobre nós para sermos testemunhas do poder de Deus.

Pentecostes fala da Igreja impetrando a linguagem do Reino de Deus, a linguagem celestial, a linguagem de glória.

É a chuva do trigo, e trigo fala de prosperidade, do alimento que não falta, da primícia consagrada a Deus. Jesus é a Semente de trigo que morreu para dar muito fruto; Ele é o Pão Vivo que desceu do Céu.

Pentecostes é a descida do Espírito Santo para capacitar a Igreja do Senhor para uma nova fase, convencendo-a do pecado, da justiça e do juízo, pois Ele é a pessoa que nos faz lembrar tudo que Jesus falou. “Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim.” (João 15:26)

O Espírito está neste mesmo instante em todos os lugares e está na Igreja para consolar, confortar, instruir, conduzir e operar em nós uma obra de poder, de alegria, de dádiva, de graça.

Pentecostes, multiplicação de vidas

“e recebereis o dom do Espírito Santo; porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar. […] e naquele dia agregaram-se quase três mil almas” (Atos 2:38-42)

Pentecostes é a explosão missionária para salvação, é a multiplicação de vidas. Em Pentecostes, vemos sinais, milagres, prodígios e maravilhas. “Varões israelitas, escutai estas palavras: A Jesus, o nazareno, varão aprovado por Deus entre vós com milagres, prodígios e sinais, que Deus por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis.” (Atos 2:22). A unção de milagres virá sobre nossas vidas, pois estamos em Pentecostes. Seremos envolvidos pelo poder do Espírito e seremos transformados.

Que nestes dias, o Senhor o abençoe e que venha sobre sua vida e ministério o poder do Espírito Santo e você possa experimentar uma grande colheita de vidas para o Reino de Deus. É tempo de celebrar, pois os Céus estão abertos para o novo de Deus ser derramado em nós.

 

Fonte: MIR12

Deixe um Comentário



Copyright 2017 © Comunidade Evagélica Internacional Monte Sinai. Todos os Direitos Reservados

logotipo-sh-agencia-digital